Real Color

Formica® Real Color é o futuro do laminado, trazendo possibilidades de um produto inovador e com a garantia da marca Formica®. É um produto unicolor, com face decorativa e miolo da mesma cor, que dispensa o uso da Fita de Borda, apresentando um melhor acabamento. Ideal para móveis de design diferenciado e com conceito monolítico, o Formica® Real Color tem maior leveza e mais maleabilidade, conferida pela adição de resina especialmente formulada para ele. Fácil de cortar e usinar, o produto aumenta a velocidade na execução do projeto, otimizando o tempo do profissional. Dicas para incorporar cor em sua cozinha. Descubra maneiras simples de incrementar o visual pelas cores e estampas dos laminados Formica® . Cozinhas tradicionais pedem cores mais neutras, indicadas para quem buscam tradição e conforto. Normalmente, por medo de usar cores mais fortes e, as pessoas acabam escolhendo usar cores mais frias, puxando para os tons brancos, acinzentados e amadeirados. Os tons Branco polar (L190) e Branco Real (L515) casam perfeitamente com os eletrodomésticos da linha branca, mas isto não significa que há a necessidade de abrir mão da cor. Já estampas amadeiradas preferidas no Brasil puxam para o marrom e mel, mas casam com cores pontuais tão bem quanto com o branco. Os tons acinzentados se fazem presente na cozinha por meio do inox, cimento queimado, pastilhas, porcelanato ou granito. A diversidade de estampas e texturas dos laminados Formica® permite misturá-los a todos os elementos mais presentes nas cozinhas, criando efeitos surpreendentes. Cuidando apenas com exageros e “competição” entre muitos elementos chamativos, pois isso pode dar “cara de showroom” para sua cozinha ao invés de torná-la um lugar agradável e acolhedor. Nas cozinhas em estilo retrô e moderno são ideais para usar cores e estampas. Uma decoração mais retrô, vintage, combina estilos variados, normalmente remetendo às décadas de 40 e 50 e com certeza é a tendência da temporada, segundo a arquiteta Carolina Vilela.
“Azulejos decorados, ladrilhos hidráulicos, pratos de porcelana, jogos de xícaras, luminárias, crochê e patchwork ajudam a compor este clima de romantismo e de aconchego da ‘casa da vó’. É legal colocar alguns elementos mais modernos onde o ambiente retrô predomina, assim fica mais harmonioso e descontraído”, comenta a arquiteta. Tais peças trazem descontração para o ambiente, porém, devem ser usadas com cuidado para não poluir o local. Carolina Vilela recomanda que o ideal é usar uma cor neutra para as paredes e chão, e usar as estampas em azulejos, louças, objetos de decoração, toalha de mesa e nas cadeiras, de modo pontual. A combinação de cores é influenciada por vários fatores como a iluminação natural e artificial, a dimensão do espaço e a intensidade das próprias cores. Pra quem não tem medo de ousar, a diversão está em experimentá-las. A arquiteta comenta ainda que revestir somente a parede entre a pia e os armários pode ser uma boa solução para quem quer usar cores vibrantes na medida. “A dica é escolher uma cor base e a partir dessa, puxar um mesmo tom mais forte, assim dá pra ter cor e continuar clássica, além do tom sobre tom dar impressão de continuidade”, cometa Carolina. Se você tem medo de se cansar de tanta cor forte nos pontos de maior destaque, dê prioridade aos tons neutros, reservando as tonalidades mais vibrantes para bancada de trabalho, ilha central, interiores de gabinetes abertos, colmeias de adegas, topos de prateleiras e portas (verifique a disponibilidade dos laminados Formica® real color para um acabamento perfeito sem o friso preto). “As cores neutras deixam o ambiente mais sereno, enquanto as cores fortes podem entrar quando desejar compor um ambiente mais vivo. Porém, é necessário dosar as cores para que o ambiente não fique poluído e carregado, e os excessos acabem por prejudicar o visual”, explica Carolina Vilela. Como disse a designer de superfícies e consultora de cores Renata Rubim, “cores são como música: é importante usá-las com moderação”. Caso contrário, a cozinha pode ficar muito extravagante e acabar não causando uma boa impressão, além de cansar mais rápido os moradores. Por isso, Renata Rubim dá a dica de procurar um profissional antes de sair “colorindo” a cozinha.

Solicitar orçamento

Fotos do produto

Galeria de Imagens - Aplicado

Você também pode gostar: